Brescia

Brescia, uma belíssima cidade cheia de vida, com belas praças, ruazinhas que nos levam ao passado e restaurantes incríveis. Fica a 95.7 km de Milão, é uma comuna italiana da região da Lombardia, com cerca de quase 200.000 habitantes, dispõe de uma magnífica cultura e valor histórico incalculável, que vai dos templos romanos até monumentos da Era Mussolini como a Piazza Vittoriale. A cidade foi fundada a 3.200 anos atrás. Também é conhecida como “Capital Industrial da Itália” por causa de suas diversas indústrias.

Como Chegar

Quem chega de trem, já está bem perto do centro, mas pode pegar o metrô para fazer 1 estação ferroviária até Vittoria. É possível se movimentar pela cidade de ônibus e até de metrô, mas o bacana mesmo é caminhar!

O que ver Piazza della Vittoria

A praça está localizada no centro da cidade, antes em seu lugar existia uma parte do centro histórico medieval que foi demolida pelo regime fascista para dar lugar ao plano de reurbanização da cidade, assinado pelo arquiteto Marcello Piacentini. Construída entre 1927 e 1932, rodeada por prédios, sua arquitetura representa o movimento arquitetônico italiano chamado “racionalismo”. Construções importantes da praça:

● O Palazzo delle Poste: sede dos correios e uma das estações de metrô da cidade;

● Il Torrione: o primeiro arranha-céus da Itália e primeiro na Europa a ser construído com cimento armado.

Piazza della Loggia

Construída no período que Brescia pertencia a República de Veneza, a sua principal construção é o Palazzo della Loggia (1492-1570), sede administrativa da cidade e a Torre do Relógio(1546). A praça ficou famosa durante o período chamado Anni di Piombo, quando em 1974 uma bomba explodiu ali, no meio de uma manifestação contra o terrorismo fascista, matando 8 pessoas e deixando mais de 100 feridos.

 

Piazza Paolo VI:

 

Essa praça chama atenção aos amantes de artes e história por ter 3 construções, uma ao lado da outra, de períodos históricos diferentes. Seus cafés com suas mesinhas na calçada dão o clima de praça elegante e nos fazem querer sentar e ficar ali por horas.

 

Broletto: A mais antiga construção pública da cidade.

 

Duomo Nuovo:

 

A fachada da igreja é magnífica, toda coberta com mármore di Botticino, detém da terceira maior cúpula da Itália!

 

Duomo Vecchio: um deslumbrante exemplo de arquitetura românica, onde podemos apreciar ruínas de mosaicos paleocristãos. Área arqueológica – Piazza del Foro e Capitolio A área arqueológica de Brescia é a maior e mais bem preservada do norte da Itália e nela você poderá ver:

O Capitólio: Datado de 73 d.C. é um templo onde eram cultuados os 3 principais deuses romanos: Juno, Júpiter e Minerva. Construído pelo Imperador Vespasiano, ali era o local onde os fiéis se reuniam e onde eram realizados os sacrifícios. É Patrimônio Unesco desde 2011 junto com o Museu de Santa Giulia e fazem parte de uma série de sítios chamados Longobardos na Itália: os lugares do poder (568-774 d.C).

Em sua visita é possível usar óculos de realidade aumentada e ver em locais pré  determinados um ambiente 360 graus, onde podemos enxergar tudo como era na época romana. Um fascinante passeio histórico ao passado! 
● O Teatro Romano (I-III século d.C);
● Santuário datado do século I a.C., com afrescos e pavimentos incrivelmente preservados.
O ingresso para visitar a área arqueológica custa 8,00 Euros. Se quiser fazer o percurso com os óculos especiais, paga mais 6 Euros. Para se informar sobre o horário de funcionamento (que varia de acordo com o mês do ano), consulte o site oficial 

Museu Santa Giulia: O Monastério de San Salvatore-Santa Giulia, foi construído em 753 d.C. pelo último rei longobardo, com a finalidade de abrigar freiras beneditinas. Hoje, Transformado num  complexo de museus. Contém uma enorme coleção de artefatos celtas,
romanos, bronzes, tumbas, mosaicos, afrescos e ruínas de casas romanas.
A visita completa do museu leva de 1h30 a 2h, o ingresso para o museu custa 10
Euros e você pode comprá-lo no site ofici
al

Castello di Brescia: O castelo fica localizado na colina chamada Cidneo e é uma das construções mais importantes da cidade, sendo um dos complexos fortificadas mais fascinantes da Itália, onde ainda são visíveis os sinais das diversas denominações. Em época romana existia ali um templo pagão grandioso, sobre o qual, a partir da Idade Média, começou a ser construída a fortaleza da cidade, que cumpriu o seu papel militar defensivo até o final do século XIX.
Dentro do castelo, hoje existem dois museus: o Museo del Risorgimento , que conta a história da Unificação da Itália e o Museu das Armas, um dos mais importantes da Europa sobre o assunto.

Mesmo que não tenha interesse em visitar os museus, a visita ao castelo vale a pena seja para um passeio pelos jardins ou pela maravilhosa vista da cidade que se tem de lá de cima. Na prática: o castelo (Via Castello, 9) fica aberto das 8h00 às 20h00. Para saber sobre os horários de abertura dos museus, acesse o site 

Onde comer: Indicamos o restaurante Tratoria Caprese , com sua variedade de massa, carnes,
peixes e deliciosas sobremesas, sem esquecer o prato principal: a "pizza". O custo médio de uma refeição está em torno de 10,00 Euros com a bebida inclusa e durante a semana, inclui 2 pratos, sobremesa, água e café. O restaurante está localizado na Piazza della Loggia, perto do Palazzo della Loggia, um edifício renascentista que foi concluído em 1574 e agora abriga o conselho municipal de
Brescia.